Não se trata de ressuscitar passados mas apurar nossa capacidade de escutar as coisas ...

Regina Guimarães


10 de set de 2015

MOTIVOS TRADICIONAIS: MEDALHÃO




         A Renda Tenerife é uma renda de agulha da família da rendas de urdimento radial que vieram para a América da Península Ibérica e das Ilhas Canárias.

        É uma renda modular, tecida com o apoio de um bastidor onde se monta o urdimento radial, feita módulo a módulo, compondo-se depois as peças com a união dos vários módulos com uma outra renda de agulha.

        Sendo de temática livre, o motivo ou desenho dos módulos da RENDA TENERIFE se define conforme a variação de pontos básicos que são feitos sobre a trama radial.

        O MEDALHÃO, que é um dos seus motivos tradicionais, é um motivo tão popular que durante muito tempo foi conhecido como se fosse a própria Renda Tenerife. É um motivo realizado apenas com nós (filete) e possibilita variedade de desenhos conforme a divisão das linhas e a distância das carreiras consideradas entre si.

        Um manual da tecelagem datado de 1904* diz que “ ... é provavelmente o mais conhecido motivo dos módulos de renda Tenerife [...] atraente, é motivo fácil de ser executado”, confirmando que as alterações na distância entre carreiras ou no número de fios amarrados pelos nós cria novos desenhos.

        No Brasil, dentro do processo de esquecimento da variedade de motivos dos módulos, durante décadas se tomava o ponto MEDALHÃO como único ponto da técnica e como se fosse ele a própria Renda Tenerife. Testemunhas desta época são as peças compostas unicamente com MEDALHÕES ou adornadas com um barrado utilizando apenas motivos MEDALHÃO que podemos ver no site MUSEU VIRTUAL DA RENDA TENERIFE, nos posts cujo link indicamos: http://nhandutimuseuvirtual.blogspot.com.br/2013/11/do-bau-da-ellen.html;http://nhandutimuseuvirtual.blogspot.com.br/2014/04/toalha-verde-em-medalhao-simples.html e http://nhandutimuseuvirtual.blogspot.com.br/2014/10/toalha-com-barrado-de-renda-tenerife.html .

        Ainda testemunhando esta época, um depoimento pessoal de antiga moradora da cidade de Socorro, Estado de S.Paulo, Brasil, relatou-nos que ela, assim como muitas outras senhoras  da cidade, faziam “nhanduti” por encomenda de pessoas que vendiam as peças na cidade de São Paulo. “ Eu me casei em 57 e fiz todo meu enxoval com o dinheiro que ganhei fazendo essas encomendas de nhanduti.” E conta que todas as peças eram compostas com módulos feitos com  um único ponto, o MEDALHÃO (no início da conversa ela não se lembrava, mas reconheceu o nome do padrão quando o ouviu). Ainda segundo ela os bastidores eram de 5 ou 6 tamanhos diferentes e conforme fosse solicitado os módulos eram montados em forma de flor (um grande no centro com os menores ao redor) e outros formatos, mas os módulos eram feitos sempre com um mesmo motivo, o MEDALHÃO.

        E finalmente, e também confirmando a predominância do motivo MEDALHÃO como único na composição das peças de RENDA TENERIFE, localizamos um “Catálogo de Venda de Suprimentos para Trabalhos Manuais” norte-americano de 1907,  da empresa Frederick Herrschner Needlework Supplies, que vendia "MÓDULOS PRONTOS DE RENDA TENERIFE" já tecidos, em tamanhos variados, sendo todos porém do mesmo padrão, o MEDALHÃO. O mesmo Catálogo vendia também "TOALHAS DE TENERIFFE COM BORDADO À MÃO" em que o barrado de módulos da  RENDA TENERIFE eram tecidos sempre com o mesmo motivo MEDALHÃO.

        








* Teneriffe Lace, Desins and Instructions, Ed. Palma Manufacturing Co., PhiladelphiaPa.USA, 1904. Querendo fazer dowload do manual clique AQUI.