11 de jun de 2013

Nós estamos na MÃO BRASILEIRA



Maxicolar NHANDUTI DE ATIBAIA
Mostra de artesanato de tradição reúne um
acervo de peças dos 27 Estados do País
            As diversas mãos que fazem o artesanato de tradição cultural de todas as regiões do País estão em exibição no Espaço Fashion do Iguatemi, em São Paulo, na Expo ‘Mão Brasileira’. Com curadoria do designer de artesanato, Renato Imbroisi, a exibição tem como objetivo mostrar o diálogo existente entre o artesanato de raiz e tendências contemporâneas da arte e da moda.

              A ‘Mão Brasileira’ que conta com 80 peças, segundo Carmo Sodré Mineiro, presidente da ArteSol, pretende valorizar o artesanato de tradição brasileiro. ‘Queremos mostrar para o País a beleza da arte que se transmite entre gerações de uma localidade e de como isso é importante para nossa identidade cultural’, pontua. ‘Também queremos desmitificar que o artesanato de raiz é algo velho. Esses artistas são exemplos de como ele pode resultar em objetos incrivelmente preciosos e atuais’, reforça Carmo.

Agende-se:
Exposição Mão Brasileira
Data: 24 de maio a 15 de junho
Horário: segunda a sábado das 10 horas às 22 horas e domingos das 14h às 20h
Local: Espaço Fashion – Shopping Iguatemi – Av. Brig. Faria Lima, 2232.

4 de jun de 2013




Seis mestres rendeiras falam de seu trabalho exposto entre outras 100 peças de Renda de Bilro, Filé, Frivolité, Renda Irlandesa, Nhanduti ou Renda Tenerife e Renascença na RENDA BRASILEIRA, uma exposição que aborda as seis técnicas de fazer renda que têm expressão no Brasil que está no SESC Belenzinho/SP. O vídeo apresenta as rendeiras que se sobressaem  no seu saber fazer : Maria do Socorro Reis Galeno, do Piauí, na Renda de Bilro; Maria Perpétua Martins, do Ceará, no Filé; Eliana Bojikian Polito, de S.Paulo, no Frivolité; Elizabeth Raimundo dos Santos, do Sergipe, na Renda Irlandesa; Elizabeth Horta Correa, de S.Paulo, na Renda Nhanduti ou Tenerife e Fátima Suelene de Oliveira Medeiros, da Paraíba na Renda Renascença.
Mais informações no portal do SESC. Clique AQUI para consultar.