Não se trata de ressuscitar passados mas apurar nossa capacidade de escutar as coisas ...

Regina Guimarães


26 de jul de 2011

Are we made of lace? Somos feitos de renda?


"Quando eu faço rendas, estou totalmente em paz e em sincronia com meu ritmo interior. É como se existisse um significado profundo nisso. Recentemente me deparei com imagens de um microscópio eletrônico e foi como encontrar a peça que faltava neste quebra-cabeça. As imagens das estruturas celulares parecem rendas. Plantas, plâncton do mar, os seres humanos … a renda primordial que não pode ser vista a olho nu mas está em tudo."
Are we made of lace? de Lenka Suchanek
Muitos associam renda com toalhinhas cheias de poeira porém a Exposição Love Lace, que será aberta no dia 30 próximo no Powerhouse Museum em Sidney, Austrália, mostra que podemos associar renda com experimentação de ponta.

"Vai haver um monte de pessoas dizendo que isso não é renda de verdade", diz o curador da mostra, Lindie Ward, "Mas eu estou olhando as rendas em termos de suas qualidades gráficas e como se joga com o espaço preenchido e o vazio ... Quando se projetou a renda nos séculos XV e XVI o que estava sendo feito era um produto contemporâneo, um design excitante ... Eu estou tentando ampliar a idéia das pessoas sobre o que se pode fazer com essa maravilhosa técnica."

Joalheiros, artistas, arquitetos e designers de moda apresentaram obras feitas de fios de algodão, aço, papel ... . Algumas obras atá usam as técnica tradicionais, mas têm pouca semelhança com os trabalhos de renda à moda antiga.
.
Conheça a LACE LOVE EXHIBITION clicando AQUI  
e o site da exposição AQUI

Já mostramos peças em renda nhanduti do acervo do Powerhouse Museum. Veja AQUI
fonte: http://www.brisbanetimes.com.au/entertainment/art-and-design/hello-doily-20110721-1hper.html

20 de jul de 2011

Renda tenerife no museu de Horche/Espanha

Na Igreja de N.Senhora da Assunção de Horche, Guadalajara, Espanha, um pequeno museu guarda, entre outras peças do enxoval litúrgico, algumas com renda tenerife. 
.
Descobri esta preciosidade no album de fotos do Encontro de Rendeiras de Horche de junho passado de Malú Bolitriz no Picasa (visite cliquando AQUI) que conheci através do site da Associação Ibn Al Baytar, sempre muito frutífero nas notícias dos Encontros de  Rendas e de Rendeiras da Espanha . Clique e acesse o Blog Encajeras Bolilleras.














Conheça um pouco da arquitetura quinhentista de Horche clicando AQUI e pelo vídeo abaixo (em espanhol)

1 de jul de 2011

OUTRAS PRÁTICAS: BORDAR SÃO PAULO

A oficina “Bordar São Paulo - Um retalho de nossa cidade” é uma atividade da Casa de Dona Yayá, Centro de Preservação Cultural da Universidade de S.Paulo- USP, e propõe a criação de imagens pela arte do bordado resultando num painel produzido coletivamente que expresse as vivências e lembranças dos moradores, trabalhadores e frequentadores do bairro do Bixiga. 
Juntamente com trabalhos de grupos de bordados que vêm se formando na cidade, o painel coletivo ficará exposto para apreciação do público na Casa de Dona Yayá do início de agosto até 09 de setembro de 2011.
.
Para saber mais, clique AQUI.